Das delicadezas do amor

Um acúmulo bonito de coisas que não consigo nem mostrar.

1 de dezembro de 2010


.
.
.
Se eu seguir em frente, seu veado, você pode descansar. Se eu dobrar à direita, seu filho da puta, você pode começar a rezar.
.
.
.
[Caioooo]

Nenhum comentário:

Postar um comentário